terça-feira, 26 de julho de 2011

Dulcíssimos Estigmas


                                                       Para Pio de Pietrelcina

Crucifixos fios d’água
sublimados escorrem
 teus semblantes
sacros-
santos
sublimes
e perfumes...
dolentes perfumes.
Olhares
eucarísticos
transfiguram-se em amor,
por amor,
silentes.

Íntimos solilóquios
diálogos
olhares estigmatizados
sândalos
olentes traduzem
teus estigmas perfumados.

Pálidas pupilas tremeluzem
pequenas
em dores de cruz
Ó, Cruz, Ó, Cruz...
teus mistérios repousam almas
olores exclamam dolentes:
“Agnus Dei”
como um bálsamo.

7 comentários:

LuH disse...

Que bonito isso de olhares eucarísticos transfiguram-se em amor, por amor silente: do puro para o santo...

...sim, Karoline, o amor nos santifica. Não conheço nada mais tremendo que o amor.


Quantos cânticos ouço aqui!
Que lindo!

Bjo carinhoso

Irma Risoleide disse...

Que lindo, estou orgulhosa de você
parabéns, pois Pe. Pio é um grande santo.
abraços

Rhalyne disse...

O doce das tuas palavras santificam os sentimentos de quem te lê.
Tudo aqui tá muito lindo, tu sempre me surpreendendo.
Te amo.

"(H²K) 久保 - Hamilton H. Kubo" disse...

Lindamente escrito!
De riquíssima criação, e de riquezas no amor.

Parabéns Karoline, desejo que tenhas em seu conhecimento o magnifico dom de seu talento!

Bjs

Ir.M.Francis disse...

"Agnus Dei como um bàlsamo".
O', sim, Agnus Dei, Cordeiro de Deus... E' o grito do nosso coraçao que sobe a Deus como incenso, como oraçao.

Van disse...

Senti imensa paz aqui, um encontro com a minha formação católica, amor latente, abrangente sentido, quem o conhece sabe de um caminho que é transcendente.

Agnus Dei, dona nobis pacem

Desculpe não ter vindo antes, só hoje vi o seu convite ao rever minha página de comentários. Agradeço muitíssimo por teres me apresentado tamanha beleza.

Um beijo, Karoline!

Kass disse...

Eu tive um prazer imenso de escultar este poema cantado... fiquei boquiaberta o que eu tinha o lido antes,

demorou quase dois seguntos para eu entender que aquela doce música é o que aqui estar escrito.

Parabéns Karol! Seu talento é divino! =**